quarta-feira, dezembro 29, 2004

Chorona


No DN:
"Em carta dirigida aos militantes do PSD o líder do partido pede-lhes «coragem» e «determinação» na disputa das legislativas antecipadas. (...) «O PPD/PSD tem no dia 20 de Fevereiro de 2005 talvez o mais mobilizador desafio eleitoral da nossa vida democrática», sublinha Santana.
Já aqui o escrevi: o homem tem a mania que é herói. E ao mesmo tempo, um injustiçado:
Santana afirma que desde a tomada de posse do seu Governo se assistiu a «inacreditável crispação política» por parte de alguns órgãos de comunicação social . Diz ainda que «interesses corporativos» contribuiram para que a instabilidade governativa fosse, constante e injustamente, posta em causa. «O trabalho reformista e modernizador para o qual estávamos mandatados foi permanentemente dificultado, abruptamente interrompido e colocado a julgamento antes do tempo»
Não sei porquê, deu-me vontade de ouvir como música de fundo esta belíssima
Chorona, de António Calvário:

Saías do templo um dia, Chorona,
Quando eu te vi ao passar.
Julguei que eras uma Santa, Chorona,
Que desceu do seu altar.

[crédito: Música Anos 60]

1 comentário:

hamy-pros-friends disse...

da mesma opinião, belíssima e apimbalhada!