terça-feira, dezembro 14, 2004

Humor colonial



«Em 1968, a Sra. Dona Rosa esteve em Metangula (Moçambique) em visita a seu marido, o saudoso Comandante Chuquere Gonçalves da Cunha e, para contribuir para o bom humor com que, nessa longínqua Base Naval, na margem do Lago Niassa, se procurava superar as dificuldades do dia a dia, pintou, e lá deixou, o quadro que ficou bem conhecido por todos os que por lá passaram.»

In Revista da Armada  

Música online: Mozambique, de Bob Dylan.

1 comentário:

E.O. disse...

uma delícia, um arquétipo desse tempo