sábado, setembro 03, 2005

Racismo no tratamento jornalístico


Na sequência da catástrofe de Nova Orleães está a desenvolver-se uma polémica sobre o tratamento dado pelos meios de comunicação em termos raciais. As duas imagens de cima, de deslocados a caminhar, meio submersos pela água e transportando bens, estão a ser usadas como exemplo de tratamento desigual; na fotografia da esquerda, com um jovem negro, a legenda dizia que ele tinha pilhado uma mercearia; na fotografia da direita, com dois brancos, a legenda era bem mais benigna: tratava-se de pessoas que tinham encontrado comida numa mercearia.

As legendas originais, em inglês, eram as seguintes:
1) "A young man walks through chest deep flood water after looting a grocery store in New Orleans."
2) "Two residents wade through chest-deep water after finding bread and soda from a local grocery".

Subsequentemente, a fotografia da direita foi removida pelo Yahoo a pedido da agência AFP.

3 comentários:

Vitor Manuel disse...

O drama que se vive nos USA presta-se a todo o tipo de comentários e aproveitamento político.
Perante a ameaça de morrer de fome muitas pessoas têm de “furtar” para comer, no nosso Código Penal essa figura têm em termos de pena uma grande despenalização.
No entanto é provável que a coberto de uma necessidade alguns marginais se aproveitem da situação.

Gabriel disse...

Meu caro,
Julgo que terá encontrado tal notícia e imagens via «o vilacondense» (http://ovilacondense.blogspot.com, ou por intermédio de outros blogos que a ele expressamente se referem.
Não tenho procuração do mesmo, mas julgo ser «cordial» manter a regra geral dos blogs da indicação da fonte. Porque todos (autores/leitores) ganhamos com isso.

nota 1: caso seja coincidência, as minhas desculpas.
Nota 2: excelente blog.

J.A. disse...

É certamente coincidência; vi a notícia na CNN (televisão) e fiz a seguir a minha busca das fotografias. Só depois de colocar o meu post é que vi a referência num outro blogue: "A Destreza das Dúvidas":
http://aguiar-conraria.weblog.com.pt/arquivo/129442.html
Seguramente que não vi o seu - fui vê-lo agora pela primeira vez. Mas agradeço o seu comentário. Também penso que se devem fazer sempre as devidas referências - neste caso, a CNN.