sexta-feira, agosto 19, 2005

Notícias da ciência triste

«O panorama económico internacional continua a não dar indicações favoráveis para a conjuntura nacional. No plano interno, o indicador de clima, com informação até Julho, continuou a agravar-se, atingindo o pior valor desde o início de 2004 e o indicador de actividade económica estabilizou em Junho. No entanto, a generalidade da informação quantitativa revelou para o mesmo mês uma situação menos desfavorável em todos os sectores. O consumo privado acelerou em Junho, fruto do contributo positivo da sua componente de bens duradouros, especialmente a automóvel, não se prevendo, porém, que seja uma melhoria sustentada.»

Sintese Económica de conjuntura (relativa a Julho de 2005)
Instituto Nacional de Estatística

1 comentário:

portugal da silva disse...

...ciência triste e, no entanto, só se resume à observação dos factos superficiais...não nos dando conta exacta do que se passa mais abaixo, ao nível dos alicerces da nossa economia...onde, por certo, se podem detectar sinais muito preocupantes do desequilíbrio fundamental, que continua a crecscer, entre o nível de consumo e de bem-estar dos portugueses e a sua capacidade real de produzir a riqueza suficiente para os aguentar. Já nem falo em desenvolver, se não passamos da tristeza ao drama...