terça-feira, junho 07, 2005

Mais uma angústia



O Diário Económico cita declarações de Emílio Sáenz, director-geral da Autoeuropa, no sentido de que só a partir de 2007 é que a fábrica poderá entrar num período “expancionista” "expansionista", e isto no caso de garantir a adjudicação de um novo modelo que substitua os actuais VW Sharan-Seat Alhanbra, cuja produção termina em 2007. Para este novo modelo a fábrica portuguesa concorre com as sua congéneres internacionais, prevendo-se que a decisão seja tomada até ao final do próximo ano. Mais uma angústia para a economia portuguesa.

2 comentários:

Carlos disse...

Acresce que a perspectiva de o modelo substituto se tratar do VW Cabrio, claramente dirigido para um segmento de nicho, fortemente explorado por marcas concorrentes (basta pensar na oferta já enraizada com os modelos da Peugeot, Renault, Opel - para não falar dos tradicionais BMW, Mercedes e Audi) não augura nada de bom.

Será que nessa altura o governo também irá arranjar um regime de excepção para que a VW venda mais modelos?

PS: acho que se diz "expansionista" ou ter-me-á escapado alguma subtil ironia?

J.A. disse...

Não houve subtileza nenhuma, foi mesmo erro. Obrigado pelo seu comentário.